terça-feira, 23 de julho de 2013

O retorno!

Eu, descobrindo uma loja com meu nome em Nova Petrópolis - RS. UHUL!!
Post bobo, e curto, para dizer que eu volteeeei, volteeii para ficaaaaar...

O retorno foi banhado por lágrimas (minhas). Pois é, Canela e Gramado me fizeram sentir muito em casa dessa vez. Foi inevitável sentir tristeza ao retornar para a cinzenta, urbana e barulhenta Londrina (onde não há potes de nata para se comprar nos mercados, nem chãos de banheiro quentinhos para se pisar, nem cobertores de lã em cima das cadeiras de restaurantes. Nem rodízio de fondue. Nem igrejas lindas feitas de pedra tocando canto gregoriano o dia inteiro. Ou plátanos que espalham suas folhinhas pelo chão.). 

Tudo bem, as coisas são caras demais por lá mesmo. Se ficássemos mais, eu já previa a minha falência e minha obesidade mórbida, culpa dos chocolates, vinhos e queijos que me alimentaram e me alegraram por esses cinco dias de infinitas gordices e alegrias gastronômicas. 

Ao menos fico feliz de poder voltar a postar por aqui! E quem sabe, nessa minha última semana de semi-férias, eu não adiante um pouco mais o livro, não? 

Prometo fazer isso. Logo, logo, eu conto do prazo que estipulei para mim mesma para terminá-lo. Mas deixemos isso para um próximo post! 

Abraços, queridos leitores!

10 comentários:

  1. Bem-vinda de volta! Quinta sou eu que estou indo conhecer o Maranhão, mas tem conto novo no blog do Castelo e muitas ideias para elaborar e discutir no retorno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia, Ana! Boa viagem para você então \o/

      Sim, de fato temos muitas ideias para discutir, hohoho! Estou muito empolgada :)

      Excluir
  2. Mto boa a foto!! rs Eeee que bom que a viagem foi boa...mas realmente retornar é triste rsrs, porém saudável ao bolso e ao estômago rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi muito boa mesmo, André! Acho que fazia tempo que eu não ficava assim com o coração tão apertado de voltar. Mas, é a vida, esses momentos têm que ser raros mesmo, ou senão perdem a graça :).

      Sim, voltar é saudável ao bolso e ao estômago!! Quanta coisa calórica e cara lá no Rio Grande, tchê! Uma delícia! E o pior é que o mais barato é o vinho, então voltar é bom para o fígado também!

      Excluir
  3. Amanda Silversong25 de julho de 2013 10:40

    Puxa, que legal, Liége ^^

    Não conheço Gramado ou Canela, mas todo mundo fala que é liiiiiiiiiiiiindo e altamente engordativo ^^

    E bacana o lance do nome também! Eu, infelizmente, só vi meu nome em letreiros uma vez... e estava escrito AMANDA'S MOTEL :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Amanda, é lindo mesmo!! E apesar de serem cidades turísticas, são muito, muito calmas. Às 19h30 já está praticamente tudo fechado (exceto restaurantes), a cidade está quieta, em paz... nossa, é uma coisa maravilhosa para descansar. E sim, é MUITO engordativo XD.

      PUTZ, que dó, Amanda! Amanda's motel é fogo :(

      Excluir
  4. Hahahaha XD Show de bola!! Fui lendo e imaginando as coisas como se estivesse lendo um livro. Cobertores de lã nas cadeiras de restaurante... Curti, hein! Com o frio que tá fazendo por aqui, seria uma boa colocar isso em prática por aqui também XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Gisele, você não tem ideia da delícia desses cobertorezinhos! São fofos, acho que de lã de carneiro mesmo... nossa. A gente se sentia no sofá de casa. Aqui em Londrina também está fazendo um frio enorme, eu acho que a gente devia adaptar o costume sim XD...

      Excluir
  5. Nada como uma boa viagem para recarregar as energias =) Mais gostoso ainda eh se identificar com um lugar assim, teve ate a loja com o seu nome, haha, muito legal mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Angela, Gramado e Canela já são especiais para nós por causa da Lua de Mel... mas agora foi mais tranquilo ainda, porque nenhum de nós estava doente nem nada XD. É u lugar onde a gente se sente muito em paz, hehehe, pela tranquilidade. E até a loja a gente achou... acho que são sinais para irmos morar lá, uahahaha XD

      Excluir