terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu...

"Gostaríeis de medir o tempo, o ilimitado e o incomensurável.
Gostaríeis de ajustar vosso comportamento e mesmo de reger o curso de vossas almas de acordo com as horas e as estações.
Do tempo, gostaríeis de fazer um rio, na margem do qual vos sentaríeis para observar correr as águas.
Contudo, o que em vós escapa ao tempo sabe que a vida também escapa ao tempo,
E sabe que ontem é apenas a recordação de hoje e amanhã, o sonho de hoje,
E que aquilo que canta e medita em vós continua a morar dentro daquele primeiro momento em que as estrelas foram semeadas no espaço.

Quem, dentre vós, não sente que seu poder de amar é ilimitado?
E, contudo, quem não sente esse amor, embora ilimitado, circunscrito dentro do seu próprio ser, e não se movendo de um pensamento amoroso a outro, e de uma ação amorosa a outra?
E não é o tempo, exatamente como o amor, indivisível e insondável?

Se, todavia, deveis dividir o tempo em estações, que cada estação envolva todas as outras estações,
E que vosso presente abrace o passado com nostalgia e o futuro com ânsia e carinho".

(O Profeta, Gibran Khalil Gibran).

Duas citações maravilhosas sobre o tempo. Uma da bíblia, o título da postagem (Eclesíastes, 3:1 - eu não sou católica, mas creio em Cristo e gosto de inúmeras passagens da bíblia), e uma de um dos meus livros favoritos de todos, última (re)leitura do ano (achado em um sebo de Balneário Camboriú): O Profeta, de Gibran Khalil Gibran (♥ - leiam, leiam, leiam). São as mensagens que eu gostaria de deixar a todos os leitores de O Enigma da Lua nesse último dia de 2013, com palavras de mestres muito mais hábeis do que eu.

E, de quebra, uma canção maravilhosa para a virada do ano, e que traz exatamente a mensagem de Eclesiastes 3:1... letra mais linda para esse momento, não há. "Old, but gold".
Turn, turn, turn - The Byrds

Que 2014 traga a todos nós um tempo de paz, amor, de abraços, de nascimento, de cura, de risadas, de dança, de livrar-se do que nos faz mal, de consolidação do bem. 

AMÉM!

6 comentários:

  1. Sábias palavras, e ótimas reflexões para começarmos bem este novo ano que se inicia, e para que façamos dele um ano melhor do que este que está terminando.

    Feliz ano novo a todos!

    ResponderExcluir
  2. Oie ^^

    Esta é uma das minhas passagens favoritas da Bíblia. Para pessoas como eu, que são ansiosas e já não tem um pingo de fé na humanidade (tenho pessoas muito boas e queridas perto de mim, mas vendo tudo o que acontece no mundo, cada vez mais acho que pessoas boas são a exceção, e ruins e egoístas, a regra), esta passagem muitas vezes é o meu chão. Acreditar que para tudo há um tempo e propósito e que as coisas boas e ruins feitas debaixo do céu não passarão despercebidas muitas vezes é a única forma de ver tanta injustiça e crueldade sem ficar louca. Como dizia um amigo do WoW: "Humans suck!"

    Nunca li Gibran Khalil Gibran, mas gostei muito da passagem dele também. E Turn! Turn! Turn! caiu como uma luva aqui ^^

    Beijos da Amanda para tooooooooooooooodos e um feliz 2014 ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, eu fico repetindo essa frase para mim mesma muitas vezes, e leio essa passagem bastante. Se tem uma coisa que é capaz de me deixar doente são injustiças e crueldade, por vezes me sinto tão revoltada que só quero me trancar em um quartinho com o Matheus e ficar lá para sempre sem sair mais. Sei que se eu não tomar cuidado a revolta vai me mudar e me transformar em uma pessoa diferente, muito amarga, e portanto preciso me manter em contato com a fé em algo maior, em palavras como essas. É como você disse, pensar que as coisas boas e ruins feitas debaixo do céu não passarão despercebidas é um jeito de manter a sanidade ao ver tanta coisa errada, ao ver tanta injustiça. Eu também tenho pouquíssima fé na humanidade.

      Leia Gibran Khalil Gibran, O Profeta é lindo e tem várias passagens que também confortam o coração. Vale muito a pena. Eu coloquei a passagem em que ele fala sobre o tempo por conta da ocasião, mas existem outras ainda mais lindas e profundas, sobre o amor, o casamento, a alegria e a tristeza, a amizade, etc, etc, etc...

      Beijos e um feliz 2014 para você!!

      Excluir
  3. Queridos Liège e Odin (e demais amigos que sempre passam por aqui), aproveito este espaço pra desejar a todos um ótimo 2014, pleno de paz, saúde, amor e sucesso. Espero que este seja o ano em que muitos de nossos sonhos se tornem realidade. Beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ana! Eu também desejo isso para todos nós, e espero mesmo que muitos sonhos se realizem em 2014, ou pelo menos comecem a se realizar!

      Excluir