sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Novo blog de Jacó Galtran e a PRIMEIRA RESENHA de O Círculo dos Sete!!

Saudações, meus queridos leitores! Eu estou um pouco descompensada (sempre fico assim depois que leio resenhas do meu livro), então vamos direto ao ponto. Tenho duas (ou mais) coisas para divulgar hoje

O excelente autor Jacó Galtran tem um novo blog. Desativando o antigo Autores Independentes, no qual ele postava resenhas semanais em áudio de autores nacionais e, obviamente, independentes, ele criou um novo espaço no qual reunirá resenhas de livros variados, comentários sobre outras mídias, textos de opinião, etc. Achei uma ótima ideia e acredito que todos vocês devam dar uma olhada por lá, clicando AQUI

Se forem dar uma olhada por lá, notarão que a primeira resenha do blog do Jacó é de um livro nacional, e qual livro será? ISSO MESMO, SENHORAS E SENHORES, É A PRIMEIRA RESENHA DE O CÍRCULO DOS SETE!!! (PARA NOOOOOOOOOOOOOOSSA ALEGRIA!!!).

Sei que todo mundo já viu esse gif, mas é muito fofo
Quer dar uma olhada?? SE JOGA CLICANDO AQUI, MEU POVO!!! A resenha é livre de spoilers e everibadi pode ler! Jacó achou que a resenha tava imensa, mas eu li rapidim! Confiram, comentem, e façam uma escritora feliz!

8 comentários:

  1. Hahaha, gostei do gif!

    E parabéns pela primeira resenha. Lerei-a agora mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Eu já passei por lá e a resenha do Jacó me deixou mais curiosa ainda pela leitura do livro \o/

    A resenha ficou show! Curto bastante as resenhas dele!

    ResponderExcluir
  3. Valeu, pessoal! Gisele, que bom que a resenha te deixou mais curiosa!! Espero que você esteja gostando do livro!!

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Obrigada, nobre Mostarda Man! Gostaria muito que você também lesse O Enigma da Lua um dia! E seja sempre muito bem-vindo aqui!

      Excluir
  5. Oba, oba!!! Vou ler também ^^

    ResponderExcluir
  6. Olha eu aqui de novo... ^^

    Achei bem legal a resenha (não consegui comentar lá), mas não concordo que o Laucian seja bobão e que o Myron seja sisudo e não carismático. Gosto muito destes personagens, e achei muito bacana a mudança que o Laucian teve no livro; ele amadureceu bastante, e de um jeito bonito, sem que fosse descaracterizado no processo. O mesmo ocorreu com a Valenia.

    É legal também ver que o Myron começou a se abrir um pouco mais e passou por um conflito muito grande por causa disso. Para mim, este jeito sério e protetor dele o torna um dos personagens mais carismáticos da série.

    Bem, como o sr. Galtran disse, este livro é altamente recomendado (e tem um final bombástico ^^).

    PS: Saliran é mesmo muito fofo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda!! Que bom que você leu!! \o/

      Sabe, é muito legal ver como as pessoas reagem a essa questão dos personagens. Assim como você, eu adoro o Myron e (abafa, abafa) ele é um dos meus personagens favoritos no livro, embora eu goste de todos (nós duas temos um gosto parecido, é fato :D). Acho muito interessante que o Jaco ache ele um dos menos carismáticos, hahaha! Claro que ele é mesmo mais sério e mais calado, mas eu, como fã de Mr. Darcy, Coronel Brandon, Mr. Bates do Downton Abbey, etc, etc, sou uma pessoa que gosta de personagens masculinos mais sérios/protetores. Os meus personagens favoritos sempre vão nessa linha (eu casei com alguém nessa linha, *cof, cof*)... enfim... mas eu achei bonitinho que a Elora e o Myron tem essa característica protetora em comum, e isso foi uma coisa que eu não tinha percebido e o Jaco apontou. É legal que eles sejam parecidos em algum aspecto, afinal, são irmãos :).

      Daí nós temos o Laucian, que é quase o oposto do Myron nesses termos, e eu me preocupei muito em amadurecer ele sem que ele perdesse a sua personalidade e permanecesse o Laucian, porque afinal, quem gosta do Laucian gosta dele pelo jeito mais "bobão", mais tranquilo (esse "bobão" do Jacó é um bobão em um bom sentido XD). Eu gosto muito dele também, e não queria mudá-lo muito.

      A Valenia foi uma personagem super complicada para mim, ela realmente foi a que mais mudou e amadureceu, e fiquei com medo de que a mudança dela ficasse artificial ou rápida demais. A estratégia que eu tentei usar foi ela passar por algo que a assustou demais (a experiência na gruta), afinal, quase que a morte de um deles recaiu sobre os ombros dela, e também o fato de ela ter se apaixonado ♥. Eu concordo mesmo que ela teve um amadurecimento rápido, talvez eu pudesse ter conduzido de outra forma, mas não conseguia pensar nela viajando com o grupo se comportando da mesma maneira de antes. Mesmo porque muito do que ela fazia era reflexo da influência da mãe, eram mesquinharias e futilidades, coisas que não parecem tão importantes quando você passa por situações de vida e morte. Enfim, foi isso que eu pensei enquanto escrevia, mas é claro que se eu fosse uma escritora mais habilidosa teria lidado melhor com isso. Paciência! Só a prática vai me ajudar. Mas eu fico feliz que você tenha gostado do amadurecimento dos personagens. Até mesmo o Myron passou por mudanças, é o que você falou, ele começou a se abrir e daí vieram os conflitos.

      O que mais me deixa feliz é que cada um enxerga o livro e os personagens de uma maneira, mas o saldo geral tem sido positivo. O Jaco, a Angela e você me deram um retorno positivo. Tenho uma amiga que joga RPG conosco que está lendo e que também está gostando muito. Tá, são todos amigos, mas eu sei que se estivesse uma droga alguém ia me dizer XD!

      Muito obrigada por tudo, vocês são leitores e pessoas maravilhosas e eu só tenho que agradecer.

      (Saliran é fofo mesmo!)

      Excluir