terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Divulgando!

Saudações, queridos leitores. Sei que faz tempo que não posto por aqui e peço desculpas! Infelizmente as primeiras provas do ano chegaram, e com elas meu tempo foi novamente reduzido. Sendo assim, o ritmo da escrita diminuiu e o cansaço começou a bater mais, de modo que vivo com preguicinhas. Preguicinha de viver e levantar do sofá, quem nunca?

Bem, e devo avisar que as ilustrações vão ficar paradas por um tempo, por um excelente motivo. Acontece que o bebê da Angela nasceu! Ou seja, nada de dormir à noite e nada de ter tempo para respirar no caso da nossa querida ilustradora. É tempo de curtir o filhote. :)

Bem, mas hoje estou aqui não para falar de O Enigma da Lua, e sim para falar do trabalho dos outros, seguindo o exemplo do amigo Jacó Galtran. Fiquei sabendo de ótimos lançamentos por estes dias e gostaria de divulgá-los para vocês por aqui. Afinal, tem muita gente boa trabalhando por aí.

1 - Fúria: Chamas da Melodia, por Gisele Bera Bizarra. 



A Gisele acaba de lançar o segundo e último livro da série Fúria, que começou com Chamas do Tempo. Certamente Chamas do Tempo será minha próxima leitura sem falta (é, eu ainda não li, que vergonha!!), mas não pude deixar de divulgar o lançamento aqui! Além disso, Gisele também acaba de terminar um conto baseado em sua personagem Yomiko (ela contou no twitter XD), uma elfa muito legal que aparece em Amberblades e o Coração de Lua, e estou ansiosa para conhecer este trabalho, parte do projeto Amberblades Extra. A Gisele anda produzindo bastante e vocês podem conferir trabalhos dela para o site Meia-Lua pra Frente e Soco e também novas histórias em seu perfil no wattpad. Confiram e curtam! A Gisele faz um trabalho incrível e merece! 

2 - Alameda dos Pesadelos, por Karen Alvares

Outra notícia que me deixou muito feliz. Muito. A Karen Alvares, menina muito supimpa, vai lançar seu primeiro romance pela editora Cata-Vento. Quando eu li Noites Negras de Natal e outras histórias, da Karen e da Melissa de Sá, me surpreendi com a alta qualidade da escrita das duas. Fiquei boba de ver como elas foram capazes de me envolver com suas narrativas. Puxa, eu gostei muito. E é claro que já deixei o meu Alameda dos Pesadelos reservado. Compre o seu AQUI.  

Fico muito feliz de ver gente dedicada e com talento colhendo um fruto tão significativo de seu trabalho (o primeiro romance publicado!). Me faz ter mais esperança em tudo. Portanto, vamos prestigiar a Karen porque ela também merece muito! E garanto que você não irá se arrepender. 

3 - A Ilha dos Ossos, por Ana Lúcia Merege. 

Last, but not least, vem A Ilha dos Ossos. Todo mundo já me viu surtar aqui no blog por conta de O Castelo das Águias. Pois bem, essa é a continuação e eu só posso dizer que estou doida para reencontrar Anna, Kieran e companhia. Ainda mais porque estou curiosíssima para saber como será um livro narrado pelo Kieran. Fica aqui novamente a minha recomendação para que vocês conheçam o trabalho da Ana. Sério, gente. A escrita e a criatividade dela são incríveis e eu rogo para que a gente valorize mais as pessoas talentosas que temos por aqui. Fantasia de alto nível com romance, aventura, e tudo aquilo que a gente tanto gosta. CONHEÇAM!


Gente, por hoje é isso. Espero voltar em breve, mas deixo vocês com boas dicas do que ler, produtos made in Brazil! E que cresçamos cada vez mais!!

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Prévia de "O Despertar de Kathul" e outras novidades!

Saudações, amados leitores! Como prometido, hoje estou aqui para colocar à disposição de vocês uma pequena prévia de O Despertar de Kathul, o terceiro e último livro da série O Enigma da Lua (frio na barriga!). 

O pedido partiu da querida Amanda Silversong, e como pedido de leitor é sagrado, resolvi preparar uma "degustação" isso me lembra vinho, cadê minha taça e as vinícolas e o frio de Gramado e Canela, por favor com os capítulos 1 e 2. Sei que muitos ainda nem leram O Círculo dos Sete, mas de qualquer modo, fica aqui um pouquinho do que virá no terceiro livro!

Devo agradecer ao amigo Jacó Galtran pela leitura e revisão dos meus escritos. Eu tenho bastante dificuldade em revisar o que eu mesma escrevo, coloco vírgulas onde elas não são necessárias e não domino o uso do isto/isso - este/esse direito, então a ajuda dele e as opiniões quanto ao enredo tem sido inestimáveis. E é por causa dele que os capítulos 1 e 2 irão chegar a vocês bonitinhos do jeito que devem estar, sem vírgulas intrusas nem erros bobos XD. Espero que isso possa enriquecer mais a leitura e deixar o texto mais profissional (ui, que chique!). OBRIGADA JACÓ!!!!

Então, sem mais delongas (por enquanto), aqui vai: clique AQUI para baixar e ler os capítulos 1 e 2 de O Despertar de Kathul (caso vocês não consigam fazer o download, basta me pedir o arquivo por e-mail: astreya.bhael@gmail.com). Vocês notarão que os capítulos estão menores do que o padrão (meu padrão XD). Pois bem, estou tentando tornar os capítulos menores mesmo (não podando a história e sim terminando os capítulos em partes onde eu simplesmente colocaria uma divisória e continuaria). Percebo que isso tem me dado bastante fôlego e minha intenção é deixar a leitura de vocês mais dinâmica!

Além disso, acredito que em breve teremos uma ilustração da Angela inspirada nesses dois capítulos, hohohoho! Então, fiquem atentos porque vou postar por aqui assim que estiver pronta :D. Ela irá apresentar dois personagens novos que aparecem nesse livro: o elfo de cristal Amras (ele aparece um pouquito no final de O Círculo dos Sete) e Jade, uma mocinha com a areia do deserto no sangue ;) (e com uma história de pirataria na família, hohohoho). Ficaram curiosos sobre eles? Leiam a prévia e saberão mais!! Apelando para a possível curiosidade despertada. Mas eu confesso que não sou boa nisso.

Tenho mais uma novidade \o/. Vocês lembram que eu disse que gostaria de escrever algo com temática mais "árabe" e que os planos eram escrever algo ambientado no deserto de Sawad (localizado em Edrim, o mundo de O Enigma da Lua) depois de terminar O Despertar de Kathul? Pois bem, as férias até que foram frutíferas e posso dizer que o primeiro resultado desse desejo  - que está sendo acalentado por meio de pesquisas e leituras sobre a vida no deserto - já quase saiu do forno. É um conto, chamado "O Vento do Oeste", que no momento está em processo de revisão, corta aqui, põe ali, reescreve lá.... mas eu, pessoa suspeita, posso dizer que gostei MUITO de ter me aventurado em Sawad e estou decidida a ir para lá depois de terminar O Despertar de Kathul (snif, todas chora!).  

Bem, hoje fico por aqui, pessoal. Em breve prometo voltar com mais novidades, e espero que leiam e gostem da prévia de O Despertar de Kathul. Se for possível, me digam o que acharam :). E obrigada, Amanda, pelo pedido e pelo seu interesse nessa história. Não tenho nem como agradecer por tudo, mas esta é uma tentativa :).  

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

10 livros que me marcaram

Saudações, queridos leitores! Hoje (agorinha, na verdade!) li um artigo na revista Época no qual vários autores citaram dez livros que marcaram suas vidas. Pelo que li lá, essa "brincadeira" foi uma corrente iniciada no facebook e, como não tenho "feici", quis partilhar a minha listinha por aqui enquanto eu ainda não ajeitei a prévia de O Despertar de Kathul para vocês (ela virá, eu garanto, e em breve!). 

Bem, por que quis participar da brincadeira? Achei legal e vocês já devem ter notado que adoro fazer listas! Além disso, como uma pessoa que gosta muito de escrever, acho que falar de livros nunca é demais (por mais que eu ande lentíssima nas minhas leituras). Então, vamos lá: quais são os dez livros que mais me marcaram (por enquanto)? Lembrando que a ordem dos livros não é de preferência nem nada. Cada um desses livros me tocou de um jeito e nenhum deles é menos ou mais importante (tá, o primeiro colocado é um dos mais importante sim, pelo impacto que teve na minha vida, mas ainda assim os outros têm lugar cativo no meu coração mole): 

1 - O Senhor dos Anéis - J. R. R. Tolkien - não precisa nem comentar, né, gente? Mudou minha vida MESMO.
2 - O Silmarillion - J. R. R. Tolkien - Foi uma leitura muito importante e que me ajudou na minha própria escrita, quando fui criar minha humilde "cosmologia". 
3 - A História Sem Fim - Michael Ende - eu não consigo nem expressar o quanto esse livro é importante para mim. Eu entrei em contato com essa história quando era pequena, através do filme, e desde sempre a amei. Quando li o livro, o amor só aumentou. Ele me tocou muito e não parava de chorar no meio da leitura. Especial demais. 
4 - O Profeta - Gibran Khalil Gibran - lindo, lindo, lindo. Lições e reflexões simples e profundas sobre todos os temas que realmente importam. Um livro de cabeceira para toda a vida. 
5 - Fernão Capelo Gaivota - Richard Bach - esse eu ganhei de presente de aniversário dos meus pais quando eu era novinha - deve ter sido de 11-12 anos.  A história dessa gaivota que deseja voar e supera seus limites apesar de tudo e todos dizerem que ela não vai conseguir é altamente espiritual e inspiradora. Lindo. 
6 - Razão e Sensibilidade - Jane Austen - na verdade, eu amo MUITO Orgulho e Preconceito e diria que é o meu favorito da Austen. Mas Razão e Sensibilidade me comove muito porque me lembra da minha irmã. Ela me emprestou o livro, já assistimos o seriado da BBC maravilhoso juntas e ela diz que gostaria de ser como Elinor, ao passo que eu me enxergo muito na Marianne (incluindo aí os defeitos). Me lembra nós duas, me lembra minha própria história de amor ♥ e isso me faz feliz. Um livro lindo.
7 - 1984 - George Orwell - um soco no estômago, mas me fez refletir muito sobre nosso mundo, assim como A Revolução dos Bichos, do mesmo autor. Esses livros falam muito sobre manipulação, lavagem cerebral, coerção e comportamento de manada. O problema é que eles diminuem um pouco a nossa fé na humanidade, pois a gente acaba constatando o quanto aquilo ali é familiar, está presente na nossa história e pode muito bem acontecer de novo e de novo. Devo dizer que Jogos Vorazes é maravilhoso nesse quesito também. 
8 - Gen Pés Descalços - Keiji Nakazawa - esse livro, na verdade, é em HQ, mas coloquei aqui porque acho válido. Eu nunca, NUNCA, chorei tanto lendo alguma coisa. Gen conta a história real de um sobrevivente da bomba de Hiroshima (o próprio autor do livro), do ponto de vista de seu eu criança (o que ele era na época). Fico com os olhos molhados só de pensar nisso e nunca consegui ler a continuação. Foi muito dolorido, mas me fez refletir demais e repudiar guerras e conflitos de forma mais pesada ainda. 
9 - A Moreninha - Joaquim Manuel de Macedo - esse livro me marcou porque, além de ser um romance delicioso e muito do fofo, foi o primeiro livro que eu reli. Reli mesmo, três vezes, e eu quase nunca releio livros (confissão da vergonha). Li do alto dos meus 13-14 anos e sonhei demais com essa história. Outro que me deixou suspirando foi Cinco Minutos, do José de Alencar. 
10 - A Aventuras de Pi - Yann Martel - o que mais me tocou na narrativa de sobrevivência de Pi Patel, além de todos os seus questionamentos enquanto ele está à deriva depois de um naufrágio, foi a forma como ele foi falando de religião. Pi se torna, ao longo de sua infância/adolescência hindu, católico e muçulmano. O que ele busca com isso é Deus, é o amor de Deus e sua própria fé e espiritualidade. O jeito como ele narra isso me deixou bastante emocionada por questões pessoais, e a forma como ele sempre se agarra a sua fé e aprende a praticar o desapego - mas mesmo assim chora ao ser abandonado por seu único companheiro de viagem, em uma reação muito humana - é comovente. Muita gente torce o nariz (e com razão) para o livro por causa da polêmica do plágio de Max e os Felinos, do autor brasileiro Moacyr Scliar.  Eu mesma fui "braba" e teimosa e não fui assistir à adaptação do livro nos cinemas. Me arrependi amargamente. Acho que conheci essa história na hora certa e ela foi muito importante para mim. Ler o livro apenas aumentou isso. 

Faltam obras aqui, com certeza. Eu deixei Harry Potter de fora com dor no coração, pois apesar de amar a saga do bruxinho, tenho esses outros dez livros como mais marcantes na minha vida em vários aspectos e não apenas aqueles que envolvem o simples prazer da leitura. Outras séries de fantasia, como Dragonlance (apesar de eu ter sérios problemas com o personagem principal Tanis e com a transformação de Laurana em guerreira-foda-amada-por-todos em pouco tempo), a trilogia do Vale do Vento Gélido (o terceiro livro foi uma decepção para mim, infelizmente, mas os dois primeiros..!) e As Brumas de Avalon também me marcaram bastante. 

Outra série que gostaria de ressaltar aqui e que só não entrou no top 10 porque realmente são HQs, revistas mesmo, é a incrível 1602, de Neil Gaiman. Lembro que foi uma leitura que me deixou alucinada, transportando os heróis da Marvel para o período das grandes navegações e da colonização dos Estados Unidos. MUITO BOM, LEIAM. MESMO.

Bom, é isso aí, pessoal! E vocês, quais são seus livros marcantes? O que acharam da lista? Ficaria feliz de ouvir a opinião de vocês :D!