quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Em 2015...

Saudações, queridos leitores que ainda visitam esse amontoado de poeira que virou o blog(sobrou alguém??). Faz tempo que não passo por aqui e eu sabia que precisava, de algum modo, fechar esse ano do capiroto que foi 2014 no blog. 

Como alguns sabem, eu tive que me afastar daqui para cuidar da vida (quem nunca, né?). Escrevi pouquíssimo esse ano, mesmo para os meus padrões, que já são lentos. Não tinha muito tempo, mas, além disso, não tinha cabeça e nem vontade. Foi um pouco assustador ficar sem vontade - e sem vontade mesmo, não estou falando de procrastinação ou preguicinha - de escrever, mas compreendi que era minha cabeça e meu espírito pedindo um tempo, pedindo foco e paciência. (Pausa para cantar Paciência, do Lenine).  

Gostaria de estar aqui dando ótimas notícias e contando progressos, comemorando uma possível publicação (vai saber, né?), dizendo que conquistei um montão de sonhos em 2014. Mas esse foi um ano diferente e mais cascudo, de entendimentos, aprendizagens e renovação. E acho que foi um fenômeno mundial, porque vi uma porrada de gente reclamando desse 2014 dos nove infernos. MAS VAMOS ELEVAR NOSSO COSMO!!!! VAMOS LUTAR POR ATHEEEEEEENA! CÓLERA DO DRAGÃO!!!!

Shiryu amigo, WHY SO AWESOME???
Em 2015, pretendo voltar a escrever por aqui (pelo menos um pouco) e retomar meu ritmo normal com o livro. O Despertar de Kathul não ficou totalmente parado no segundo semestre de 2014, mas andou pouco. Existe uma sensação de estagnação (ao menos nesse campo literário) dentro do meu ser que preciso exorcizar e tenho certeza de que o bloguinho será um aliado nesse ritual. 

Desejo que 2015, para todos nós, seja um ano de recomeços e novas possibilidades. E adoto, a partir de agora, o lema "devagar e sempre". Ou, quem sabe, "devagar se vai ao longe". 

 E vamos juntos! 

Um beijo no coração e Feliz Natal e Feliz 2015 para todo mundo. Até lá, no novo ano, no novo começo. :)