domingo, 18 de janeiro de 2015

Planos de escrita para 2015 (ou "quando você vai publicar o último livro, caspita?")

Saudações, queridos leitores! Aqui estou novamente, tentando cumprir meus objetivos de não abandonar meu amado blog no ano de 2015. 

Bem, eu não sou pessoa de fazer metas ou promessas de ano novo (como a Angela disse, acho que elas são mais fonte de decepção/frustração do que qualquer coisa), mas algumas coisas a gente sempre acaba esperando ou traçando, não é? Literariamente, tenho alguns objetivos esse ano - poucos, mas que estão dentro daquilo que eu dou conta acho. Resolvi dividir com vocês essas expectativas para que saibam o que eu pretendo produzir e também para que vocês não achem que eu continuo paradona! Nada disso :D!

Bem, primeiramente, meu objetivo principal é terminar O Despertar de Kathul e lançá-lo ainda esse ano. A história já está bem traçadinha e o gran finale desses amados (pelo menos por mim) personagens já está oficialmente no forno. Revisei bastante os capítulos que já tinha escrito, aparei arestas, mudei parágrafos e finalmente avancei-estou avançando na história. Desse modo, pretendo lançar o livro em novembro ou dezembro \o/. Tá, sei que é bastante tempo, mas é um prazo que considero alcançável (pelo menos por enquanto XD). Para quem não lembra, a capa linda que a Angela desenhou para nosso derradeiro volume de O Enigma da Lua é essa aqui: 



Bem, além disso, pretendo escrever contos durante o ano (admito que sou bastante limitada nesse quesito e não acho que escreverei mais do que três ou talveeeez quatro) e tentar embarcar em antologias que forem surgindo! Tem um conto muito especial que estou escrevendo já e espero que ele seja digno de ter um destino bem legal. Só posso dizer que fui inspiradíssima pelo meu personagem favorito na série Vikings - Athelstan (e um dia ainda vou falar de Vikings e do Athelstan por aqui). Se eu conseguir, também gostaria de lançar um conto na Amazon para aumentar minha listinha por lá. Quem sabe... 

Bom, paralelo a tudo isso está o "trabalho de pesquisa" que ando fazendo, devagarinho, para escrever Coração de Areia, o romance ambientado no reino de Sawad. É que quero ser bastante respeitosa em relação às culturas que estou tentando referenciar e gostaria de criar um "clima" diferente para essa história, algo que tivesse mais as cores de uma visão "oriental" de mundo/vida. É uma ambição que parece estar um pouco muito? além das minhas capacidades (é o que eu sinto, muitas vezes), mas posso dizer que estou tentando e vou continuar (porque tentar e tentar é o que nos resta nessa vida, não é mesmo?). Tenho certeza de que vou escrever mais algumas cenas ou capítulos dessa história esse ano, mas terminar vai ficar para 2016. Depois disso, gostaria de tentar publicá-la por uma editora, então terei de ser beeem paciente, porque é um processo que demora e pode simplesmente não dar em nada. Mas estou escrevendo com muito carinho e acredito que possivelmente já esteja atingindo uma maior maturidade na minha escrita, então quem sabe eu consiga interessar alguém? Se não, ainda existem o Clube de Autores e a Amazon, oras :). Sem história é que vocês não ficam. 

Bem, pessoal, não é muito, mas é isso! Não quis fazer nenhuma retrospectiva do que eu escrevi por aqui porque produzi basicamente nada no ano passado. Mas uma das coisas que me deixou mais feliz em 2014 - sem exagero - foi ter publicado O Vento do Oeste na Revista Trasgo, porque eu realmente gostei muito de ter escrito esse conto e ele é especial para mim. Então, quem ainda não leu e estiver curioso com Sawad e essa minha empreitada desértica, dê uma chance a ele (e à Revista Trasgo toda! Já está na quinta edição!) em 2015, ok? 

Abraços e a gente volta a se falar por aqui!

8 comentários:

  1. Fico muito feliz por estes poucos, porém, importantíssimos trabalhos. Será muito bom ver a saga O Enigma da Lua completa, e tenho também grandes (e realistas) expectativas quanto ao desenvolvimento de O Coração de Areia e do novo conto que está para escrever!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querido Odin. Seu apoio foi crucial para eu voltar a escrever esse ano e você sabe disso. Obrigada, meu anjo (que veio de Valhalla, pelo jeito :).

      Excluir
  2. Independente de quanto tempo leve, estarei sempre ansiosa pelos seus trabalhos. Saindo o final de O Enigma da Lua, passo a leitura na frente de qualquer uma que esteja fazendo no momento.

    Ainda estou devendo a leitura de O Vento do Oeste :(

    Depois que me mudei de cidade, o que eu costumava ler em um mês caiu drasticamente. Para este ano, pretendo organizar um horário assim que o da escola estiver certo. Nem que tenha que reservar uma hora contada no relógio para fazer alguma coisa minha por dia, farei. E isso inclui as leituras de muita coisa que me foi sugerida e ainda não consegui ler.

    Que este ano seja mais tranquilo e que os trabalhos com os textos fluam ^_^ E, antecipadamente, boa sorte com as antologias. Espero poder ver trabalhos seus em várias \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas suas palavras, Gisele, você é demais \o/!!! E é sempre gostoso saber que tem pessoas esperando pelo final dessa história :).

      Não se preocupe com O Vento do Oeste, viu. Eu sempre estou fazendo "propaganda" dele por aqui XD porque foi um conto que eu gostei muito de escrever e eu não achava que conseguiria publicar ele dessa forma, então foi uma surpresa muito boa. Mas leia quando puder e quiser, sem pressa! E se você ler, depois me diga o que achou :D.

      Eu acho que você está certíssima em reservar pelo menos uma horinha para fazer uma coisa de sua. A gente precisa desses momentos e sem eles a vida fica muito pesada. No nosso mundo corrido, a gente tende a deixar isso de lado, mesmo porque o comportamento workaholic, por exemplo, é admirado e glorificado, mas a gente não pode esquecer da gente, por mais que eu saiba que vida de professor é difícil e por vezes a gente não tem escolha, tem que trabalhar muuuuito para ganhar razoavelmente :P.

      Enfim, mas eu espero mesmo que esse ano seja mais tranquilo e que a nossa escrita flua bastante (e espero que você volte a escrever do seu jeitinho e por prazer, como você falou lá no seu blog, Gisele, porque só assim vale a pena e eu também aprendi essa lição). E vamo que vamo!

      Excluir
  3. Oie^^

    Concordo totalmente com a Gisele!!! Assim que a última parte de O Enigma da Lua sair, eu vou passar na frente de tudo. Eu AMO esse livro, e estou me roendo de curiosidade para saber como as coisas vão terminar.

    E outra coisa que estou louca para ler é o Coração de Areia. Eu simplesmente adoro histórias nesse estilo, e praticamente não há nenhuma assim tirando o Throne of the Crescent Moon (que eu recomendo a todos ^^)

    Beijos da Amanda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, eu espero que vocês gostem do que eu estou aprontando para o final de O Enigma da Lua. Bom, o Odin está lendo e diz que está ficando muito legal. Estou confiando no discernimento dele XD.

      Eu também adoro histórias no estilo de Throne of the Crescent Moon e é mesmo MUITO difícil de achar. Por isso que estou pesquisando e escrevendo com tanto carinho. Espero que dê certo, torçam por mim, hehehehe!

      Beijos no coração!

      Excluir
  4. Este ano também escrevo o terceiro da minha saga. Boa sorte em sua empreitada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha, Ana!! Boa sorte para nós duas então! E muita escrita, reescrita e criatividade!

      Excluir