quinta-feira, 25 de junho de 2015

Progressos, novidades... e vamos que vamos!

EXTRA, EXTRA! A barda traz as boas novas!
Saudações, queridos leitores! Que saudades :). Tá, não faz tanto tempo que postei, mas faz tempo que não falo dos livros por aqui (e olha que é um blog dedicado a eles). 

Mas hoje é isso que vim fazer. Primeiramente, gostaria de falar dos meus progressos para vocês em relação a O Despertar de Kathul. Estou muito contente, gente, porque a coisa engrenou de vez. Estou no décimo capítulo e a história está caminhando do jeito que eu queria. O livro, por enquanto, está com 95 páginas de word em A4 e 185 em A5. Com certeza termino e lanço esse ano, então, para quem está querendo, pode ficar feliz! 

Agora que as férias de julho estão chegando, tenho certeza que vou conseguir adiantar mais ainda as coisas. Meu leitor aqui (maridão lindo) está curtindo bastante e disse que minha escrita está cada vez mais fluida. Bom, ele sempre elogia e eu sei que marido tem olhos de amor, né, mas eu mesma estou sentindo mais facilidade para concatenar as cenas e fazer as coisas andarem. Claro que o livro ainda carece de bastante revisão, mas, de modo geral, estou ficando satisfeita. 

Esses livros são muito importantes para mim, muito mesmo, mas, depois de um tempo e depois de conhecer mais o universo literário e editorial (e tomar maior consciência das minhas limitações), passei a encará-los como um laboratório, como uma forma de aprender e melhorar, ao invés de vê-los como obras que tentaria publicar de modo tradicional. Não que não os leve a sério - muito pelo contrário - mas sei que, até pelo tamanho deles, seria difícil conseguir lançá-los por uma editora. Eles realmente não foram escritos pensando em todos os meandros do "mercado". Foram frutos da minha paixão pela escrita e pelas histórias e se mantêm sendo muito especiais para mim. 

Ainda assim, toda vez que os releio para manter a continuidade no terceiro, encontro uma porção de errinhos que deixei passar e me entristeço, porque gosto muito da história e me pego pensando que ela merecia uma escrita melhor do que a minha (ou, ao menos, melhor do que a minha escrita mais antiga - sei que estou melhorando aos poucos). Mas... bem... quem sabe um dia eu ainda não reformule os dois primeiros livros? Não para mudá-los, só para deixá-los mais próximos do que eles podem ser. Não sei. Sei que, por enquanto, estou concentrada no terceiro e último. 

E falando nos dois primeiros livros, tenho algumas novidades. Na Amazon, O Círculo dos Sete agora está mais barato e vai ficar assim! Agora, você pode lê-lo por apenas R$ 2,99. A Centésima Vida também tem esse preço, então, ao todo, você pode adquirir os dois por lá por R$ 5.98. Eba! Menos de seis verdinhas. 

Mas, tem outro ponto. Como já faz um tempo que lancei os dois e de vez em quando alguém ainda me pede os PDFs por e-mail, eu decidi que, caso alguém se interesse pelos livros e queira a versão em PDF, não precisa pagar nada, basta me mandar um e-mail (astreya.bhael@gmail.com) me pedindo. Então, fica assim... há formas de contribuir com o meu trabalho por meio da Amazon e do Clube de Autores, mas, se você quiser contribuir apenas lendo, é só me mandar uma mensagem solicitando o PDF. 

Bom, gente, é isso. Espero que vocês continuem acompanhando o processo de escrita de O Despertar de Kathul por aqui e espero que novos leitores cheguem para a gente conversar e se unir em torno dessa paixão comum que é a fantasia. Até logo e um beijo no coração de vocês!


sábado, 20 de junho de 2015

Divulgação - Inverso, da Karen Alvares

Saudações, pessoal! Hoje estou aqui para fazer uma divulgação muito especial. Vocês que passam sempre pelo blog devem lembrar que já falei um pouco da escritora Karen Alvares nesse espaço (nesse post AQUI eu divulguei o primeiro livro que ela publicou, o maravilhoso Alameda dos Pesadelos). Pois bem, a Karen acaba de lançar o seu segundo livro, dessa vez pela Editora Draco, casinha de autores muito ♥ como a Ana Lúcia Merege.

Antes de falar um pouco mais sobre o livro, queria dizer a vocês que, quando divulgo algo aqui no blog, é porque conheço e confio no trabalho do autor. A Karen escreve muito, muito bem e eu torço para que ela cresça cada vez mais no cenário literário. Tenho acompanhado o trabalho duro que ela vem desenvolvendo em torno de seu sonho; é por isso que as conquistas estão chegando e espero que continuem vindo cada vez mais.

Enfim, mas vamos lá: Inverso é um YA (Young Adult) que tem empolgado todo mundo que já leu. Levando em conta minha experiência com os contos da Karen e com Alameda dos Pesadelos (sério, gente. LEIAM ESSE LIVRO. Fazia tempo que não ficava tão emocionada com uma leitura), as minhas expectativas estão altas e sei que serão atingidas. Querem saber mais? Então lá vai:



“Ser adolescente é injusto”. Essa é uma das frases de “Inverso” e provavelmente a mais emblemática. O leitor se pega fazendo e refazendo suas próprias decisões o tempo todo no lugar de Megan e por isso mesmo entende o quão difícil é a decisão que ela deve tomar! E os personagens são tão bem construídos que saltam das páginas! Apaixonante, empolgante, angustiante! – Fabiana Madruga, autora de Clube dos Herdeiros – Como nossos pais 

E se do outro lado do espelho estivesse a vida que você sempre desejou? Lá no fundo, Megan não quer ser quem é e nem viver essa vida triste, exatamente o inverso daquela que sempre sonhou para si. Tudo começa com a morte de sua mãe. A sensação terrível de que algo nunca mais vai ser como antes. E não será mesmo. O seu único alento é o carinho da irmã, que a vê como o que gostaria de ser quando crescer.

Mas há um novo mundo do outro lado dos espelhos. Um mundo igual ao seu, só que ao contrário. Um mundo perfeito onde as pessoas que morreram estão vivas e Megan é exatamente a garota que deveria ser. 

Entrando nessa realidade pelo avesso, Megan começa uma perigosa busca por si mesma onde o reflexo de tudo que há de ruim tentará detê-la. Enquanto segue em frente ela deverá garantir a segurança das pessoas que mais ama. 

Inverso é um romance cheio de suspense de Karen Alvares, autora de Alameda dos Pesadelos. Em um labirinto de escolhas sem poder sequer distinguir a própria imagem, Megan deverá lidar com a perda enquanto descobre quem é a garota que a encara no espelho. 

Autora: Karen Alvares
Gênero: Suspense, YA, fantasia 
Formato: 14 cm x 21 cm 
Páginas: 136 
Preço de capa: R$ 29,90 (papel) | R$ 15,90 (e-book) 

Links de compra: 

Pela Editora: http://editoradraco.com/2015/05/06/inverso-karen-alvares/ 

Livro físico: Em pré-venda com 20% de desconto e frete incluso para todo o Brasil! Envios previstos para 20/06/2015. 

Paypal: https://www.paypal.com/cgi-bin/webscr?cmd=_sxclick& hosted_button_id=KJDKVGV4TRYYG 

PagSeguro: https://pagseguro.uol.com.br/checkout/v2/cart.html?action=add&itemCode=F3F560FBB5B5BB2 AA43FCF8B6783DFCF 

Ou adquira autografado com a autora através do e-mail kvs.alvares@gmail.com. 

E-book: Amazon: http://www.amazon.com.br/Inverso-Karen-Alvares-ebook/dp/B00X6EVOPC/ 

Kobo: https://store.kobobooks.com/pt-BR/ebook/inverso-2 

Apple: https://itunes.apple.com/br/book/inverso/id992387654?l=pt&ls=1&mt=11 

Google: https://play.google.com/store/books/details/Karen_Alvares_Inverso?id=8ewFCQAAQBAJ 

Livraria Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/p/inverso-89264645 

Saraiva: http://www.saraiva.com.br/inverso-8882405.html 

Travessa: http://www.travessa.com.br/ebook-inverso/eBook/c037ae1a-356d-46be-9c9a-89c95c14832f 

Adicione o livro ao Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/448593ED508248 

Leia o primeiro capítulo: http://www.wattpad.com/story/39149255-inverso 

Sobre a autora: Karen Alvares conta histórias para o papel há tanto tempo que nem lembra quando começou. Autora de Inverso (Draco, 2015), Alameda dos Pesadelos (Cata-vento, 2014) e Dois Lados, Duas Vidas (Cata-vento, 2015), também organizou a antologia Piratas (Cata-vento, 2015) e foi publicada em várias antologias de contos da Editora Andross, Draco e Buriti, além de publicações independentes e revistas. É colunista no blog literário Por Essas Páginas e foi premiada em diversos concursos nacionais. Apaixonada por mundos fantásticos, chocolate e gatinhos, vive em Santos/SP com o marido e cria histórias enquanto pedala sua bicicleta pela cidade. 

Facebook: https://www.facebook.com/autorakarenalvares 
Skoob: http://www.skoob.com.br/autor/9852-karen-alvares 
Blog: http://papelepalavras.wordpress.com/ 
Twitter e Instagram: @karen_alvares

sábado, 6 de junho de 2015

I will always return

Aqui estamos novamente, vivendo mais um dia 6 de junho. Já está virando uma tradição minha fazer um post comemorativo, porque motivos existem muitos. Hoje faz 35 anos que o Matheus nasceu :). Meu companheiro, meu amigo, meu marido, meu mestre de RPG favorito, a pessoa que deu asas a todos os meus sonhos. 

Dia desses, estávamos assistindo um desenho velhinho - Spirit, o corcel indomável - e eu achei a música desse ano. É, porque todo ano nosso relacionamento se transforma - embora ainda seja o mesmo, essencialmente - e parece que a cada vez eu encontro uma mensagem nova, uma nova forma de enxergar aquilo que nós compartilhamos. 

Estive frequentando um grupo de estudos budista e o nosso "facilitador" (esse é o nome do rapaz que conduz as discussões) nos explicou sobre a impermanência das coisas. Ele nos passou aquela lição que todos nós já aprendemos, independentemente de qualquer crença: as coisas mudam, se transformam. Nada é para sempre. 

Antes, quando ouvia isso, eu chegava a ficar incomodada. Eu sempre quis um relacionamento que durasse para sempre. Eu escrevo sobre amores infinitos e amizades eternas, afinal, porque isso me toca. 

Mas finalmente, aos meus 27 anos, eu percebi que mesmo aquilo que dura muito em nossas vidas muda. Mudamos o tempo todo. As circunstâncias nunca são iguais. Então, somos impermanentes mesmo. E o melhor de tudo isso é que a gente se apaixona cada vez mais pelas coisas e pessoas em todas as suas facetas. Outro dia mesmo, estava observando meu marido com a nossa nova sobrinha no colo e me apaixonei pelo olhar que ele tinha enquanto brincava com ela. 

E hoje, eu li um "livrinho" que nossa sobrinha mais velha (filhota da minha mana) escreveu de aniversário para ele. Era uma historinha em que ele era uma criança. No final, ela terminou assim: 

"Matheus, quando cresceu, ficou: mais bonito, mais gentil, mais generoso e mais tudo que você pode imaginar. Isso é verdade!". 

Não poderia concordar mais com você, Stella, minha querida. Você resumiu muito bem as coisas. 

Feliz aniversário, meu amor. Eu sempre voltarei para você, de todas as minhas viagens, as que eu faço dentro e fora de mim.